IROSOYEKÚ REZA DE IROSOYEKÚ

AddThis Social Bookmark Button

IROSOYEKÚ
REZA DE IROSOYEKÚ
Irosoyekú, Irosokalelu, ko ni awo efá abé lalá belé lelé maká dakpare ré Ifá
Onibarabaniregun, awo Obayá pelé Ikú.
Neste signo nasceu mudança de vida.
Este Odu é filho de Irosun e Oyeku.


Aqui, pela primeira vez, se sacrificou um animal a Ikú que, até então, só comia seres
humanos.

A pessoa deve evitar emoções fortes para não sofrer parada cardíaca.
Tem que dar comida ao seu Olori, tomar borí com um galo e colocar um ekodidé na
cabeça.
Não deve sair para a rua durante a noite.
É protegida por Osain e Exú.
Sofre de problemas ocasionados por ciúmes entre os parentes de Santo.
Corre o risco de perder uma propriedade.
Assinala úlceras no estômago e falsa gravidez.
A pessoa não pode ter, em sua casa, potes e garrafas vazias destampadas
Antes de abrir a porta de sua casa tem que ter o cuidado de verificar quem está
batendo.
O Awo deste signo tem que assentar Oduduwa.
Quando surge este signo, pode estar acusando a morte de um Babalawo.
Se marcar osogbo Ikú a pessoa deve procurar uma foto sua, tirada na companhia de
alguém que já morreu. Separa a sua figura da figura do morto para que, aquele Egun, não venha
buscá-lo.
Em osogbo arun pega-se um porrão grande de barro, veste-se com uma roupa usada
do doente e coloca-se atrás de sua porta até que fique bom. Isto serve para enganar Ikú.
Assinala mudança de vida. Faz-se ebó para que seja para melhor.
A pessoa não pode usar roupas vermelhas.
Tem que tratar de Exú e pedir-lhe tudo o que deseja obter na vida.
Assinala dificuldades que só serão vencidas com empenho e dedicação.
Fala de perseguição do Egun de uma pessoa conhecida.

Contos da tradição Africana do Culto de Orunmila

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar